Por que Jesus foi para o Egito?

Por que Jesus foi ao Egito?

Da infância, as Escrituras falam sobre o nascimento em Belém, a fuga com os pais para o Egito – para escapar de uma sentença de morte impetrada por Herodes, rei dos judeus – e a volta para Nazaré. Da vida adulta, o ajuntamento dos apóstolos e a pregação na Galileia, além do julgamento e da morte em Jerusalém.

Onde Jesus ficou no Egito?

Conforme o relato, a Sagrada Família atravessou a Península do Sinai até o Delta do Nilo, parou no Cairo e depois navegou até o sul do país, a partir de onde começou o retorno à Palestina em uma viagem que durou quase quatro anos.

Quem reinava no Egito quando Jesus nasceu?

Ramsés era filho do faraó Sehti I e da rainha Tuya. Foi o terceiro faraó da XIX dinastia egípcia. Com 10 anos de idade Ramsés teve certeza que assumiria o trono ao ser reconhecido como “filho primogênito do rei”.

Quanto tempo José ficou no Egito com Maria?

Porém, não há nenhuma passagem que conte quanto tempo José ficou na cadeia desde que foi acusado pela esposa de Potifar até o dia em que conheceu o padeiro e o copeiro atrás das grades. O que se sabe é que toda a trajetória de José ao ser vendido até se tornar governador do Egito durou 13 anos.

O que Jesus fez no Egito?

Jesus foi levado pela família para o Egito, em seguida foi morar em Nazaré, na Galileia.. Essa fuga para o Egito, segundo relata Mateus, foi para escapar de uma sentença de morte anunciada por Herodes, que ao saber do nascimento do “Filho de Deus”, manda matar todas as crianças de até 2 anos, nascidos em Belém.

ISSO É INTERESSANTE:  Quem pode receber o Espírito Santo?